quarta-feira, 27 de outubro de 2010

PAP Square Espiral,passo a passo

Boa tarde amigas.Encontrei este square em espiral,achei lindo.bjs


4 novelos de lã Mollet - um para cada lado do quadradinho. Poderia também ser dois novelos, pegando as 2 pontas. Fica lindo! Aqui eu quis simplificar. Uma cor pra cada lado!


Faça seis correntinhas e feche em círculo.
 

Agora o segredinho: dentro do anel faça: duas correntinhas, 1 meio ponto alto e3 pontos altos com a cor 1. Fica um triângulo, crescendo do menor para o maior, preparando a curva do espiral. 

Deixe o fio esperando quieto lá. Junte o fio 2 e faça a mesma coisa.



Junte o fio 3 e de novo comece subindo com duas correntinhas, 1 meio ponto alto, 3 pontos altos. Parece que os fios vão enroscar mas granto que funciona! Prenda o novo fio sempre bem juntinho do grupo de pontos altos anterior.


O fio é amarrado  com um nozinho simples . Depois, os pontos passam por cima da ponta do fio e fica invisível e seguro.



As 4 cores já colocadas. Este é o início já pronto. Lembre de deixar uma laçada bem grande pra não desfiar. Assim, você tem com cada cor 4 pontos de base dentro da primeira carreira.



Começando a subir o espiral: Coloque um ponto alto em cada ponto da carreira abaixo trabalhando uma cor de cada vez. O que você fizer com uma cor vai fazer com a seguinte, tudo junto ao mesmo tempo. 1,2,3 e 4, simultâneo.



Tínhamos 5 pontos na base e agora tempo ao total 9 e a priemira "perna" da espiral pronta.



Vendo bem o detalhe - não faço o quinto ponto pra não perder ele. Depois eu completo o quinto ponto alto. senão solta! Mas é só na primeira cor.



Coma cor 2 a mesma coisa: Parei com o creme e agora subo o azul por cima dele. 5 pontos altos e espero.



Cor 3, mostarda, subindo os cinco pontos altos por cima do azul. Faz e espera.



Repare que agora tenho os cinco pontos de base e subi cinco pontos em cada braço da espiral. Este é o começo e acho que aqui você já compreendeu como se trabalha. Não, o fio não vai enrolar - tenha paciência que sai!



Agora que fizemos 10 pontos, vamos fazer 3 correntinhas e voltar a colocar a agulha no mesmo ponto de baixo, formando 4 cantos. Já temos um quadradinho! a partir daqui, tudo é possível. Até mesmo parar por aqui, adaptar este começo.... você decide.



Seguindo com o mostarda: Dois pontos altos, uma correntinha pulando um ponto na carreira anterior, 3 pontos altos. Aguarda.


O que fazemos a uma cor, fazemos a todas as outras, circulando pelo trabalho. Veja que cada lado tem a SUA cor.


Aqui o azul e o mostarde ganharam o segundo canto. Sempre com 3 correntinhas pra formar o canto senão ele fica enrolado e precisamos de um square bem plano. Trabalhe com os pontos mais soltos, ok? Não aperte! Fiz o canto neles e já segui colocando 3 pontos altos e uma correntinha no meio, como se fosse um quadradinho comum, tudo igual. Só que se trabalha uma cor de cada vez!



Aqui 3 cores já tem 2 cantos e vamos virando!



Vamos seguindo - trabalhe o que fizer a uma cor na outra, cada lado tem a sua cor.



Finalizando: Quando cada cor tiver 3 cantos você pode pensar em fechar o quadradinho, fazendo uma DIMINUIÇÃO no tamanho dos pontos. Veja que temos 4 " buracos " na carreira de base e em cada um deles, em vez de preencher com 4 grupos de pontos altos e seguir espiralando, eu fui diminuindo. # grupos de pontos altos no canto, 3 na próxima, 3 meio pontos altos e 3 pontos baixo. Duas corrntinhas pra chegar no furo final e pronto. Posso cortar a lã. Vai diminuindo, decrescendo o tamanho.



Tente, amplie a foto e teça que vai entender - ele vai caindo, sumindo na espiral. Fica lindo demais! E acabou-se! ESte você pode colocar dentro de pontos tradicionais, subir como desejar ou mesmo deixar neste tamanho!




Naturalmente que você pode seguir espiralando ao infinito e depois ir decrescendo o tamanho quando desejar. Observe em meus outros trabalhos com espirais as várias maneiras como fui diminuindo - no meio do Square, só no fim.... Com 5 furos de base, 4, 6.... No trabalho de quadradinhos que faço par ao irmãs de lã, nossos squares tem sempre por volta de 20 cm de lado. Isso, com o meu ponto e a agulha 4 que uso nesta lã dá uns 8 blocos de 3 correntinhas cada, entende? Então, fica sempre do mesmo tamanho.

Abaixo, uma maneira de continuar o quadradinho ao infinito e acabar no tamanho desejado:
Você pode tecer ao infinito assim - mas lembre que cada lado tem a sua cor, pra não se perder.



Aqui, de propósito deixei as espirais se encontrarem pra dar uma idéia de " se perder" pra vocês.



Conte sempre os furos de base - todos os lados devem estar iguais. Aqui é preciso espiralar bastante com as cores que estão todas do mesmo lado - precisa recuperar os cantos delas todas, cada lado com a sua cor.



Este é o final alternativo: Simplesmente ACABE no final da carreira. Conta como um grupo de pontos, fica deitado e muito diferente. Meu marido não gosta deste final, prefere o acabamento que vai " morrendo", descendo os pontos de tamanho que já mostrei antes. Mas é alternativa, ok?



Repare que cada canto acabou ali mesmo - muito diferente!



Um square espiral inteirinho espiralado com 20 cm de lado e oito grupos de 3 pontos. Prontinho!

2 comentários:

  1. Lada,
    muitissimo obrigada por divulgar!
    Eu já vi muito crochet, mas tenho que confessar que deste nunca havia visto!!!!
    Obrigada e parabéns pela demonstração.
    abraços de Maria Filomena

    PS - vou ao blog ver o que mais tem....

    ResponderExcluir
  2. olá amiga!Boa tarde.Obrigada pelo visita e pelo comentário.Fico feliz por ter gostado.se você ver que tem alguma postagem sem grafico,e se você tiver,por favor envie para mim.ok!Bjs

    ResponderExcluir

Seja bem vinda!Seu comentário é muito importante para mim!
Com carinho.Bjs da Lada


WebNeste site

Amiga

Amiga